Tudo Sobre os Efeitos Colaterais Sexuais da Menopausa

0
8
Efeitos colaterais sexuais da menopausa

É reconfortante para todas as mulheres da meia-idade saber que "sua geração não inventou a menopausa e o sexo!" houve mulheres antes de você e você definitivamente não será a última a experimentar os efeitos colaterais sexuais da menopausa.

Isso não significa diminuir a intensidade e a criticidade dos efeitos colaterais sexuais da menopausa. De fato, a pesquisa descobriu que perto de um terço das mulheres no Brasil estão preocupadas com o fato de não acharem mais agradável o sexo e de não atingirem o orgasmo.

Embora seja verdade que você não é a primeira a passar por essas mudanças, a verdade é que existem aquelas que tiveram os desafios, mas dedicaram tempo para lidar com eles adequadamente e, assim, elas têm uma história inspiradora.

No entanto, existem outras que sofreram o impacto dos efeitos colaterais sexuais, com algumas terminando em separações e divórcios, pois não podiam lidar com isso em casal.

Este artigo visa equipar você com os fatos e informações necessárias para que você esteja melhor posicionada para lidar com os efeitos colaterais sexuais de maneira vitoriosa, para que você não seja a vítima, mas a vencedora junto com seu cônjuge; você ainda pode aproveitar os anos da menopausa, mesmo com os efeitos colaterais sexuais.

Alterações Hormonais e Efeitos Colaterais Sexuais da Menopausa

Durante o período que antecede a menopausa, muitas mudanças ocorrem no corpo da mulher. A produção do corpo de hormônios reprodutivos como estrogênio, testosterona e progesterona começa a declinar e flutuar; esta é a principal fonte de problemas sexuais em mulheres.

O estrogênio é o principal hormônio reprodutivo feminino. O estrogênio desempenha um papel crítico no bem-estar geral da mulher e garante especificamente que a vagina seja úmida, bem suprida de sangue e elástica e elástica.

Durante a menopausa, as quantidades de estrogênio produzidas pelo corpo flutuam com uma tendência geral de declínio; isso vira o caos na vida sexual de uma mulher. A ausência de estrogênio se traduziria em menos suprimento sanguíneo para a vagina, menor elasticidade e alongamento das paredes e revestimento vaginal e também significa vagina seca.

Isso faria com que os tecidos da vulva fossem mais finos, secos e menos elásticos, uma condição conhecida como atrofia vulvovaginal. Essa condição também é aprimorada pela menor lubrificação fornecida à vagina e um aumento do pH na vagina e, portanto, a vagina é menos ácida, exatamente como na puberdade.

A maioria das mulheres nesta fase optaria por não fazer sexo regularmente; infelizmente, o sexo menos regular teria a vagina mais curta e mais estreita.

É provável que haja algum rasgo que leve ao sangramento durante a relação sexual e sempre que houver uma tentativa de penetração. Isso afetaria seu desejo por sexo, pois ela associa sexo à dor.

É preferível que uma mulher continue fazendo sexo regularmente, mesmo durante o período da menopausa, porque isso ajudará a manter a vagina úmida, elástica e a manter grossa e longa. Desta forma, uma mulher continuará a ter prazer durante a relação sexual.

Além desses efeitos diretos na vagina, uma redução nas quantidades de estrogênio poderia afetar indiretamente a vida sexual de uma mulher. Baixo estrogênio leva a sintomas da menopausa, como ondas de calor, ansiedade, estresse, incontinência urinária e suores noturnos. Isso muitas vezes drena a energia de uma mulher, deixando-a com muito pouco desejo sexual.

Solucionando Efeitos Colaterais Sexuais Durante a Menopausa

Existem muitos tratamentos e remédios para a menopausa para efeitos colaterais sexuais durante o período da menopausa.

Discuta Com Seu Parceiro e Profissional de Saúde

Os efeitos colaterais sexuais da menopausa definitivamente afetam o relacionamento sexual de uma mulher. Muitas mulheres evitam discutir problemas sexuais com o parceiro, mas é importante que a mulher reserve um tempo para discutir esses efeitos com seu parceiro e seu médico.

Seu parceiro sexual está em melhor posição para entender o que você está passando e para apoiá-la na menopausa, se você compartilhar com ele o que está passando; isso cria confiança entre vocês dois. Em seguida, você pode procurar o seu médico, que pode dar conselhos profissionais sobre como combater os efeitos sexuais da menopausa de maneira saudável.

Mudanças de Estilo de Vida

As mudanças no estilo de vida geralmente são baratas e fáceis de implementar. Elas incluem comer alimentos que podem aumentar a atividade estrogênica no corpo como a soja e comer dietas equilibradas com alimentos saudáveis. É importante tomar muita água e praticar exercícios regulares como o kegel e qualquer outro exercício que promova o fluxo de sangue. Ter relações sexuais regulares é bom, como mencionado acima.

Evitar álcool, cigarros e bebidas com cafeína também pode ajudar a mantê-la em forma.

Medicina Alternativa e Suplementos

Medicina alternativa e suplementos à menopausa são uma maneira segura de tratar os sintomas da menopausa; agora elas são geralmente aceitas entre mulheres na menopausa para o tratamento de sintomas da menopausa como efeitos colaterais sexuais

Uso de Lubrificantes e Hidratantes

Lubrificantes e hidratantes à base de água podem ajudar muito quando se deseja ter relações sexuais. Certifique-se de que sua escolha não cause mais desafios.

Tratamento hormonal

O tratamento hormonal busca restaurar os níveis de estrogênio no organismo, fornecendo estrogênio através das várias formas de tratamento. Isso, no entanto, precisa ser ponderado para descobrir se os riscos superam os benefícios antes de ser administrado.

Leia também: Diagnóstico do Brasil – SAC, Atendimento 0800

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, escreva seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui