Hipertensão: Causas, Sintomas e Prevenção

0
34
Causas e sintomas da hipertensão

A hipertensão arterial, também chamada de pressão alta, é o aumento da pressão do sangue nos vasos sanguíneos por prolongado período de tempo.

Hipertensão - Como Ela Ocorre?

Para chegar em cada célula do nosso organismo, partindo do coração, o sangue bombeado exerce uma pressão contra as paredes internas dos vasos sanguíneos (nesse caso, as artérias). As artérias oferecem uma resistência. E assim temos a pressão arterial.

Ao longo de um dia, a pressão arterial pode variar. Durante o sono ele baixa. Quando praticamos atividade física, ela sobe.

A pressão é apresentada em milímetros de mercúrio. Pela organizações mundiais, o primeiro número é registrado no momento que o coração libera o sangue. É a pressão sistólica, ou máxima e deve estar em 12 mmHg.

O segundo valor, é da pressão diastólica, ou mínima, e deve estar em torno de 8 mmHg.

Para fazer essa medição, utiliza-se um aparelho esfigmomanômetro, posicionado em volta do braço e um estetoscópio para ouvir os sonos.

Quando a pressão fica fora dos limites normais, o coração é o órgão mais afetado. A circulação fica prejudicada pelo aperto nas artérias coronárias e o órgão não recebe sangue e oxigenação suficiente, podendo ocasionar infarto ou AVC (Acidente Vascular Cerebral).

Além disso, os rins podem deixar de filtrar o sangue adequadamente e quando a hipertensão se instala por um longo período, isso pode levar a insuficiência renal.

A pressão alta também interfere na retina, podendo causar problemas sérios nos olhos.

Sinais e Sintomas

A hipertensão é uma doença silenciosa. Se os sintomas surgirem, provavelmente ela já estará em fase mais avançada. O ideal, portanto, é detectá-la com exames.

  • Dor de cabeça;
  • Falta de ar;
  • Visão borrada;
  • Zumbido no ouvido;
  • Tontura;
  • Dores no peito;

Fatores de Risco Para Hipertensão

Como as doenças cardiovasculares são a principal causa de morte de pessoas no Brasil e tem um grande impacto nas mortes do mundo, a hipertensão está fortemente associada a isso.

Porém, por ela ser uma doença silenciosa, muitas vezes, o indivíduo não percebe que tem o problema e prolonga-se esse estado sem tratamento.

Alguns fatores são determinantes para a instalação da doença.

Histórico Familiar

Pessoas na família, como pais ou avós hipertensos, podem representar um risco até 30% maior de ter pressão alta.

Idade

A partir dos 60 anos de idade, as artérias perdem a flexibilidade, portanto, esse quadro pode agravar quadros de hipertensão.

Etnia

A doença é mais prevalente na população negra e asiática;

Obesidade

Fator determinante sobre o risco de desenvolver a doença. Pessoas obesas apresentam um risco muito maior, pois o coração tem que fazer um esforço bem maior para bombear o sangue para todo o corpo quando esse apresenta peso muito maior do que deveria para aquela estrutura.

Poluição

Sabe-se hoje que indivíduos que moram em cidades mais poluídas tem maiores chances de desenvolver a doença.

Estresse

O fato de um indivíduo está constantemente vivendo sob estresse faz com que seu organismo suba sua pressão constantemente. Além disso, são liberados alguns hormônios, chamados "hormônios do estresse", que causam maiores inflamações nas artérias. É o caso do cortisol. Quando esse hormônio é liberado constantemente, a pressão pode se manter alta por longos períodos.

Sono Irregular

Durante um sono correto, repousante, o organismo naturalmente fará a pressão descer. O problema é que muitas pessoas não tem sono de qualidade, portanto não conseguem fazer o organismo chegar nesse estágio.

Menopausa

Nesse período de vida das mulheres, há queda dos hormônios femininos, o que danifica as artérias.

Excesso de Bebida Alcoólica

Não há nenhum benefício em exagerar na ingestão do álcool. A hipertensão é um dos malefícios que essa atitude traz.

Tabagismo

O fumo altera o comportamento das paredes das artérias pois acaba levando o organismo a estados de inflamação, que não estariam presentes caso o indivíduo não fosse fumante.

Além disso, fumantes tem qualidade respiratória bem pior, resultando em má oxigenação do sangue, o que leva ao organismo a ter que colocar mais esforço para que a mesma quantidade de oxigênio chegue até as células.

Alto Consumo de Sal

O consumo alto de sódio, presente no sal, mas também em bebidas refrigerantes, causa aumento da pressão naturalmente. Se esse consumo exagerado é frequente, o organismo também irá manter a pressão alta por longos períodos.

Sedentarismo

A falta de exercícios físicos faz com que organismo não consiga oxigenar corretamente suas células. Além disso, o sedentarismo também está ligado ao sobrepeso.

Diabetes

Diabetes é caracterizado por excesso de glicose (açúcar) no sangue. Com isso, esse excesso de glicose sobrecarrega os rins e também causa danos aos vasos sanguíneos. A tendência disso é a hipertensão.

Doenças Renais

Como explicado acima, os rins acabam sofrendo com episódios frequentes de hipertensão

Prevenção da Hipertensão

A prevenção da hipertensão está diretamente ligado a um estilo de vida saudável, com exercícios físicos, manutenção de um peso adequado e alimentação balanceada.

Se a hipertensão já foi diagnosticada, é importante fazer uso dos medicamentos indicados e tomar muita água, além de adotar um estilo de vida saudável.

Se você não sabe se tem hipertensão, é importante verificar qual foi a última vez que mediu sua pressão e se apresenta alguns dos sintomas relatados nesse texto.

A alimentação adequada é tão importante quanto qualquer outro elemento, portanto, o indivíduo deve consumir, sempre de maneira equilibrada, carboidratos, proteínas, frutas e verduras.

Além disso, alimentos ricos em sódio, como embutidos, refrigerantes, temperos prontos, industrializados de maneira geral, devem ser consumidos com moderação ou até mesmo retirados da dieta.

Hoje estima-se que o brasileiro consuma mais que o dobro da quantidade indicada de sódio diariamente na alimentação. Razão que muito explica porque 30% da população brasileira possui hipertensão.

Além disso, não fumar e fazer exercícios sob supervisão são atitudes positivas em um estilo de vida saudável.

Gostou do texto? Comente aqui embaixo.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, escreva seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui